Taquari, 22 de Junho de 2017
NOTÍCIAS
19/05/2017
Administração abre mais duas sindicâncias para apurar possíveis irregularidades de funcionários

Nesta semana, depois de receber uma denúncia de que dois servidores teriam outras atividades no horário em que deveriam estar exercendo a função pública, o prefeito Maneco, determinou a abertura de duas sindicâncias para apurar os fatos.
A denúncia anônima chegou através do site da Prefeitura. Os servidores atuam como agente comunitário de saúde e auxiliar administrativo, mas são advogados e estariam participando de  audiências no horário em que deveriam estar trabalhando em suas funções na Prefeitura.
Três servidores foram designados para realizar sindicância com o fim de apurar possíveis irregularidades na prestação do serviço público e falta funcional por parte dos dois denunciados. No contato da reportagem de O Fato Novo com os os servidores, o auxiliar administrativo disse que não foi informado oficialmente sobre o procedimento e que sua advogada trataria do caso. Por telefone, a advogada disse que só atenderia pessoalmente, na tarde desta sexta-feira, em Lajeado. 
O agente comunitário de saúde disse estar de férias desde o dia 26 de abril, com período de 30 dias, e salientou que de “acordo com o art. 27, inciso II da Constituição Estadual do RS, já era para eu estar licenciado desde o dia 13/06/2016 para o Sindicato dos Municipários do Município de Taquari/RS. Como o pedido de licença foi negado administrativamente, ingressei com uma ação judicial, a qual está em fase de sentença e estou aguardando o desfecho. Desta forma, até em respeito ao Poder Judiciário, eu opto por não me manifestar”. 
 
Mais de 200 sindicâncias já foram abertas
 
De acordo com o prefeito Maneco, desde que iniciou o seu primeiro mandato em 2013, a prefeitura já instaurou 211 sindicâncias para apurar, entre outros, multas de motoristas, faltas injustificadas, suposta má conduta dos funcionários, possíveis irregularidades na prestação do serviço público e falta funcional. Destas, sete servidores foram demitidos. Houve ainda 14 advertências e suspensões, e 82 ressarcimentos e multas. Foram arquivados 18 processos. 
Atualmente, a Administração Municipal tem 90 Sindicâncias e Processo Administrativo e Disciplinar (PADs) abertos. A prefeitura, através da assessoria de imprensa, disse que todas as denúncias recebidas, inclusive anônimas, resultam em abertura de processo. “Cabe salientar que qualquer cidadão pode denunciar eventuais irregularidades, inclusive de forma anônima. As denúncias podem ser feitas pelo Facebook da Prefeitura de Taquari (facebook.com/PrefeituraTaquari), pelo e-mailouvidoria@taquari.rs.gov.br, diretamente na Ouvidoria do site da Prefeitura pelo endereço www.taquari.rs.gov.br, ou no Protocolo da Prefeitura, localizado no saguão do Centro Administrativo.
 
O que é uma sindicância e em que pode resultar?
 
Sindicância ou Processo Administrativo Disciplinar são mecanismos utilizados pela Administração para apurar irregularidades e faltas disciplinares atribuídas aos empregados públicos. Três servidores serão designados pela autoridade competente para realizarem as diligências necessárias ao esclarecimento da ocorrência e indicação do responsável, apresentando, no prazo máximo de trinta dias, relatório a respeito. Após, a autoridade, de posse do relatório, acompanhados
dos elementos que instruíram o processo, decidirá, em cinco dias úteis, pela aplicação de penalidade de advertência ou suspensão; pela instauração de processo administrativo disciplinar ou pelo arquivamento do processo.
 
 

VÍDEO

No dia 16 de maio, um bugio que estava no Bairro Praia teve um choque ao deitar-se sobre os fios de energia elétrica. Ele caiu dos cabos da rede e foi socorrido por pessoas que estavam nas proximidades, entre elas, o agricultor Seloí Lang, conhecido por Nego do Rincão, que fez massagem e assoprou sua boca.

mais vídeos

 
CLIMA
 
EDIÇÕES
Contato
(51) 3653.3795
(51) 3653.4719
(51) 9861.6358

Copyright © Jornal O Fato Novo 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por