Taquari, 18 de Novembro de 2018
NOTÍCIAS
22/12/2017
A tradição do clima natalino

Montar o pinheiro, fazer a lista de presentes, definir o cardápio da ceia e decorar a casa são algumas das  tradicionais tarefas do mês de dezembro, quando se celebra o Natal. Para a maioria das pessoas, os preparativos para o 25 de dezembro iniciam um mês antes, com o planejamento da decoração. 
A aposentada Vera Lúcia Reis Junqueira, 62 anos, todos os anos prepara a casa para o Natal. “Me sinto realizada em ver. É uma maneira de não deixar as coisas se acabarem. Tenho netos e os maiores já perguntam quando vou começar (a decorar)”.
A residência de Vera, localizada na Rua Acacília Capelão Peres, no Passo da Aldeia, chama a atenção, especialmente das crianças. “Dia desses fiquei uma hora conversando com duas senhoras e a netinha de uma delas, que chegou ali na frente e enlouqueceu. Isto me traz uma gratificação que tu não podes imaginar! Às vezes, deixo ligada um pouquinho mais e ouço a conversa das pessoas que passam na rua”.
Vera, que tem o auxílio do marido para a decoração, diz que pretende seguir decorando a casa e o jardim para o Natal. “Peço a Deus que me dê muita saúde para que eu possa ainda realizar”.
Para iluminar a casa e decorar o jardim, ela estima que investiu cerca de mil reais. “Só quero ter saúde para continuar fazendo e, se eu puder gastar um pouco menos, tudo bem, mas não vou deixar morrer”. A dedicação de Vera já lhe rendeu prêmios em concursos promovidos pela prefeitura de decoração natalina.
No Bairro IPE a decoração da praça chama a atenção de longe. Há mais de 20 anos, parte do moradores recolhe dinheiro entre eles e iluminam o espaço. No entanto, a praça foi alvo de furtos. Conforme o morador do IPE, José Luís Martins, muitas luzes foram furtas e para o próximo ano deverá ser colocado um guarda.  
 

VÍDEO

No dia 16 de maio, um bugio que estava no Bairro Praia teve um choque ao deitar-se sobre os fios de energia elétrica. Ele caiu dos cabos da rede e foi socorrido por pessoas que estavam nas proximidades, entre elas, o agricultor Seloí Lang, conhecido por Nego do Rincão, que fez massagem e assoprou sua boca.

mais vídeos

 
CLIMA
 
EDIÇÕES
Contato
(51) 3653.3795
(51) 3653.4719
(51) 9861.6358

Copyright © Jornal O Fato Novo 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por