Taquari, 27 de Maio de 2018
NOTÍCIAS
19/01/2018
Vidraçaria e Serralheria do Pé possui amplo catálogo de serviços

O empresário Elemar Felten, 40 anos, é natural de Venâncio Aires, mas reside em Taquari há mais de duas décadas. Com ele, teve início a Vidraçaria e Serralheria do Pé, há 14 anos. Mas antes de ser empreendedor, passou pela experiência de empregado. 
“Minha irmã morava aqui e vim pra trabalhar como pintor de serralheria com o Nelsinho. Depois, por cinco anos, trabalhei na construção de um presídio em Uruguaina, pela JMartins (de Taquari), e em Porto alegre, por uma outra construtora”, conta. Ele diz que a forma como foi acolhido o mantém em Taquari. “Muita gente, na época em que eu desci aqui, me chamou de louco, o que eu queria nesta cidade. Mas pela forma como a cidade me acolheu, jamais vou sair daqui”.
Como morador de Taquari e pela trajetória profissional, resolveu abrir o próprio negócio e há 14 anos deu início a Vidraçaria e Serralheria do Pé. Naquela época, não tinha funcionário e atuava na parte da prestação dos serviços e da administração da empresa.  “No decorrer do período fui aumentando a clientela e os funcionários”, destaca. Ele lembra que há cerca de cinco anos eram 18 colaboradores, mas que devido a crise econômica hoje está com sete empregados.
A sede de empresa também foi ampliada. O primeiro espaço tinha 1,20m por sete metros e ficava na Rodovia Aleixo Rocha da Silva, onde funciona o Oliveira Gás (em frente à antiga Costare). Após, teve por um período em um espaço alugado e, há quatro anos, possui sede própria, com 600 m², também localizada na Rodovia Aleixo Rocha da Silva. 
Hoje, segundo Elemar, são mais de 200 produtos catalogados na empresa, que vão da comercialização a colocação de estrutura metálica e vidraçaria, além de motor eletrônico, pergolado, deck de piscina, portas, grades. “Pegamos toda a linha do segmento, desde o bruto ao acabamento. Na crise, optamos em ampliar o leque de trabalho, para poder tocar o barco”, destaca.
O nome da empresa faz referência ao seu apelido. “Sou de família de agricultor, criado na roça, então o pé ficou muito grande e passou a apelido. Achei que ficaria bem deixar como nome da empresa, uma forma como as pessoas já me conheciam”. 
Para o futuro, diz que não há previsão de investimentos. “Acho que 2018 será bem melhor do que 2017, mas é cortar gastos. A ideia é se manter no mercado”, diz, completando que a empresa está com os pés firmes quando muitas grandes fecharam as portas, inclusive do mesmo segmento. 
A Vidraçaria e Serralheria do Pé presta serviços no Vale do Taquari, grande Porto Alegre e General Câmara. 
 

VÍDEO

No dia 16 de maio, um bugio que estava no Bairro Praia teve um choque ao deitar-se sobre os fios de energia elétrica. Ele caiu dos cabos da rede e foi socorrido por pessoas que estavam nas proximidades, entre elas, o agricultor Seloí Lang, conhecido por Nego do Rincão, que fez massagem e assoprou sua boca.

mais vídeos

 
CLIMA
 
EDIÇÕES
Contato
(51) 3653.3795
(51) 3653.4719
(51) 9861.6358

Copyright © Jornal O Fato Novo 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por