Taquari, 18 de Junho de 2018
NOTÍCIAS
30/03/2018
Gabriel Carvalho é eleito presidente do Conselho de Saúde

A nova mesa diretora do Conselho Municipal de Saúde foi eleita na noite da segunda-feira, 26, em reunião realizada na Secretaria da Saúde. 
Francisco Gabriel de Carvalho foi eleito presidente, Bruno de Azevedo, o vice-presidente, Ana Paula Arnt Sulzbach, a 1ª secretária e Leni Andrade, a 2ª secretária.
O presidente nos dois últimos anos era Gilberto Hermann. Esta é a terceira vez que Gabriel assume o cargo no colegiado, para um mandato de dois anos. 
 
Ações de combate ao consumo de drogas 
 
O vereador Leandro Mariante (PT) esteve na reunião do Conselho Municipal de Saúde e abordou sobre a necessidade de se falar sobre ações de prevenção e de combate ao uso de entorpecentes.
“O número de usuário de drogas é muito grande e quantidade de usuários perambulando também é muito grande. Temos que começar a discutir porque é uma questão de saúde pública”, disse o vereador, completando “Em torno do pavilhão tem quatro usuários morando e três eu sei que são menores de idade. (...) Hoje, a única porta que tem aberta é o hospital, que disponibiliza o tratamento. Mas também temos a demanda daqueles que não querem fazer o tratamento”. Para dar início ao debate, deverá ser realizada uma audiência pública. 
 O Conselho Municipal de Entorpecentes, criado em 2012, segundo informações da reunião está sem atividade. “Ele sofreu a mesma coisa dos outros conselhos, o esvaziamento, a solidão, o trabalhar sozinho”, destacou Mariante, que foi o primeiro presidente deste colegiado. O presidente do Conselho de Saúde, Francisco Gabriel de Carvalho,  destacou a necessidade de reunir os poderes Executivo, Legislativo, conselhos e entidades, como associações de bairros, para integrar o debate.  
 
Relatório de gestão da Saúde  é aprovado 
 
O contador da Prefeitura, Pedro Ramos, apresentou o relatório de gestão do último quadrimestre de 2016. Segundo os dados, o saldo da fonte municipal de recursos, em 31 de agosto, era R$ 156.135,10. Entre setembro e dezembro foram R$ 3.387.265,62 de receitas, R$ 102,51 de rendimentos, R$ 3.020.875,77, de despesas, ficando o saldo de R$ 522.627,46. Na fonte de recusos estaduais, tinha um saldo de R$ 555.322,49, entraram R$ 260.634,39 de receitas, ocorreram rendimentos de R$ 3.504,32 e as despesas foram de R$ 277.525,18, restando saldo de R$ 541.946,02.
Na fonte federal, o saldo era R$ 1.207.212,60, as receitas foram de R$ 1.865.713,85, os rendimentos foram de R$ 11.549,77 e as despesas de R$ 2.072.306,76, ficando saldo de R$ 1.012.169,46. No total geral das três fontes, o saldo em 31 de dezembro era de R$ 2.076.742,94. Conforme o contador, mesmo com o encerramento do período, há despesas que foram lançadas após a data, o que é necessário ter a cobertura financeira. 

VÍDEO

No dia 16 de maio, um bugio que estava no Bairro Praia teve um choque ao deitar-se sobre os fios de energia elétrica. Ele caiu dos cabos da rede e foi socorrido por pessoas que estavam nas proximidades, entre elas, o agricultor Seloí Lang, conhecido por Nego do Rincão, que fez massagem e assoprou sua boca.

mais vídeos

 
CLIMA
 
EDIÇÕES
Contato
(51) 3653.3795
(51) 3653.4719
(51) 9861.6358

Copyright © Jornal O Fato Novo 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por